Você está navegando na finalidade de Uso e Consumo. Clique aqui para alterar para 'Somente Revenda'.

clientes: a importância deles para o seu negócio

líder de respeito

Se você possui ou trabalha para uma empresa, seja qual for o porte dela, o seu cargo, o segmento ou venda de produto/ serviços, provavelmente vai encontrar uma característica básica, mas nunca menos importante, em comum: o cliente.

O valor do cliente é um ponto unânime para a maioria das empresas. Para muitas marcas, parece ser um ponto óbvio, já para outras, nem tanto.

Fato é que, cada vez mais as empresas precisam se preparar para a quantidade de pessoas e consumidores mais engajados, globalizados, digitais, conectados e conscientes dos seus direitos e deveres. Consequentemente: mais exigentes. O que faz muito sentido, afinal, somos todos uma corrente de consumidores, do momento que acordamos, ao que acordamos mais uma vez. (Sim, inclusive dormindo!)

Com toda essa importância para o seu negócio (e vida), o cliente ganhou até mesmo um dia especial no calendário comercial.

O dia do consumidor, que é celebrado internacionalmente, e nasceu com o objetivo de comemorar direitos e deveres dos clientes americanos, em 1962 nos EUA, onde a cultura de compra e venda, historicamente, sempre foi muito ativa.

No Brasil, a data é mais forte principalmente para os e-commerces, onde grandes marcas anunciam descontos que chegam a até 70% em diferentes produtos e categorias, nessa data.

A importância de entender, não só o seu mercado e produto, mas principalmente o seu público alvo, se mostra cada vez mais clara quando falamos da base que faz todo e qualquer negócio funcionar, que são os clientes!

Destacar os produtos certos

O que o seu cliente precisa, e até mesmo, o que ele não sabe que precisa, mas vai adorar contar com você para comprar? Entender o seu consumidor e as necessidades de consumo dele, significa entender o que e quão mais você pode vender. Vem daí a importância das pesquisas de mercado e testes de mercado, produto e de estratégias de merchandising.

Trabalhar o merchandising, expondo produtos de uma forma estratégica e acompanhando as tendências de preço e promoções no ponto de venda, é essencial, principalmente para o varejo.

Se diferenciar da concorrência

Sabemos que a vontade de manter a concorrência o mais longe possível é tentadora, mas não analisar e mapear de onde vem as ameaças é traçar uma trajetória de fracasso.

Identifique, mapeie, pergunte e analise a concorrência. Através disso, crie estratégias para se diferenciar, trabalhando descontos agressivos, promoções especiais e sazonais, oferecendo produtos certeiros, com um amplo portfólio de variedades, ou um atendimento personalizado e completamente diferenciado. Seja qual for a estratégia: faça a diferença!

Reter

Existem diferentes motivos para perder um cliente, mas da mesma forma, diversas estratégias para retê-los.

Crie uma aproximação sincera, fidelize para ser lembrado, trace todas as estratégias possíveis para manutenção deles e retenha, sempre.

Conseguir um novo cliente pode levar muito tempo, mas a perde-lo de vez pode ser rápido, fatal e irreversível. Atenção para a retenção!

Entender quais campanhas fazem sentido

Onde vender, quais produtos vender, qual promoção faz mais sentido para o cliente? Tudo isso faz parte do processo de entendimento do cliente, da diferenciação da concorrência, da retenção e do objetivo final: venda, captação e fidelização dos clientes.

É um círculo virtuoso que impulsiona qualquer negócio para o caminho da prosperidade. Saiba exatamente para quem você está vendendo!